Publicidade

Como fugir dos 7 principais golpes na hora de vender ou comprar um carro

Redação   |   20-06-2024   |   Curiosidades

Veja os quais são os cuidados ao comprar carros usados ou novos

 

Durante a pandemia, um dos poucos setores da economia que continua crescendo é o de venda de carros usados. De acordo com a FENAUTO – Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores, o mercado brasileiro cresceu muito em dezembro de 2020, com o crescimento de 23,6% na comparação com o o mesmo mês de 2019.

O balanço da FENABRAVE – Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores que foi divulgado em fevereiro, também registrou um avanço de 15,1% nas negociações de veículos sobre o mesmo período de 2020.

Publicidade

Mas como vender ou comprar veículos com segurança e evitando dores de cabeça ao realizar essas negociações?

Com precaução e conhecendo os golpes mais comuns, as suas negociações transcorrerá bem. Separamos para vocês uma lista dos 7 principais golpes que são aplicados na hora de comprar ou vender um carro.

Anúncios com preços surreais

Sabe aquele preço imperdível, que faz com que você tenha vontade de fechar o negócio imediatamente?

Tenha cuidado!

Um veículo com valor muito abaixo da Tabela FIPE, pode significar mais tristeza do que alegrias. Esse carro pode apresentar defeitos, que não são apresentados e são maquiados por quem quer te vender, onde o custo final de reparo vai te deixar com uma grande dor de cabeça.

O valor bem abaixo da tabela FIPE também pode ser uma estratégia de um golpista, deixando você interessado no veículo, na tentativa de aplicar um golpe, fazendo com que você pague uma quantia adiantada para que o carro fique reservado para você, depois de pago, eles geralmente te bloqueiam.

Automóvel direto da fábrica

Nessa modalidade de golpe, o suposto vendedor afirma que consegue vender o veículo diretamente da fábrica, com aqueles descontos dados aos funcionários de concessionárias.

Em um primeiro instante, aparece o suposto funcionário da montadora que idealizou e confirma a história e é combinada uma visita até a fábrica.

Os golpistas pensam em tudo, da forma profissional, fazem crachás, tabelas de preços e outros documentos que apesar de não serem originais, podem parecer de credibilidade.

Para fechar o negócio, os criminosos pedem que o pagamento seja efetuado de forma adiantada, informam que o valor deve ser transferido da conta do funcionário para a conta da fabricante e com o dinheiro em mãos eles fogem.

Anúncios falsos

Os golpistas publicam um anúncio na internet de veículos que não existem e ligam esse anúncio à uma empresa que real.

Com o valor abaixo do mercado para ser mais atrativo para o cliente, o criminoso finge ser funcionário da empresa e solicita que o pagamento seja realizado antecipadamente, desaparecendo em seguida.

Golpe do WhatsApp

Com o objetivo de clonar uma conta de WhatsApp, os criminosos cadastram o número de telefone do vendedor em outro dispositivo. Um SMS é enviado ao dono do número do anúncio. Induzido pelos criminosos, o código de SMS é fornecido pelo dono da linha e esta é bloqueada.

Acessando a sua conta de WhatsApp, o golpista consegue dar veracidade as negociações, além de muitas vezes usar esse acesso para solicitar dinheiro aos seus contatos.

Consórcio contemplado

Usando anúncios, os golpistas oferecem a venda de consórcios sorteados.

Eles pedem que o interessado realize somente o pagamento das taxas administrativas e de transferência de titularidade. Dessa forma, apresentando documentos falsos para o comprador, após o pagamento eles desaparecem ou fazem com que a vítima realmente entre em um consórcio, mas os consórcios em que o carro não foi sorteado.

O golpista utiliza argumentos que tem contatos com pessoas que podem fazer com que a cota seja sorteada ou que o dono da cota não tem mais interesse no carro, ou não tem nesse momento.

Golpe do envelope vazio

O suposto comprador aparece e age com toda a naturalidade, fecha um valor, finge ligar para um conhecido ou parente para realizar o pagamento, muitas vezes mostra depositar um valor mais alto como garantia de devolução da diferença em dinheiro e pede a chave reserva e um recibo do valor da compra.

Quando o vendedor vai ao banco, descobre que foi realizado um falso depósito, em envelope vazio. O criminoso faz chantagem com a vítima em troca de dinheiro ou rouba o veículo usando a chave reserva.

Golpe do Test Drive

O golpe do test drive acontece quando o interessado no veículo faz uma visita ao vendedor e pede para fazer um teste para se certificar sobre o desempenho do veículo. Ou ele foge no veículo ou faz o comprador de refém.

Como evitar?

Com todas essas formas de golpes, tenha muito cuidado! Não aceite cheques, parcele somente no cartão de crédito. Nunca entregue o carro sem ter o valor compensado em sua conta, não acredite somente em comprovantes de depósitos. Nunca deixe o suposto comprador sozinho com o veículo, marque em locais públicos e movimentados, não marque encontros na sua própria casa, ele pode te render e render a sua família. Procure sempre sites de confiança e desconfie de trocas e valores vantajosos demais.

Fique sempre atento e tenha muito cuidado com os detalhes, para não cair em nenhum tipo de golpe. Se caso desconfiar, não continue a negociação.

Posts relacionados
Quando vai lançar Venom 3? Veja todos os detalhes
Quando vai lançar Venom 3? Veja todos os detalhes Você é fã do Venom, um dos mais famosos vilões e anti-heróis do
Veja quais são os alimentos que não devem ir ao micro-ondas!
Veja quais são os alimentos que não devem ir ao micro-ondas! Usar ou não micro-ondas e quais são os alimentos que podem ou não
Apple Card: Saiba como fazer o pedido hoje
Apple Card: Saiba como fazer o pedido hoje Se você é cliente Apple e está sempre antenado com as novidades da
Cartão de crédito do Bank of America: como solicitar e muito mais
Cartão de crédito do Bank of America: como solicitar e muito mais Você já ouviu falar no Bank of America (BofA)? Quer saber mais

Work News © 2023. Todos os textos são de propriedade intelectual deste site. As marcas comerciais, nomes e logotipos são de propriedade de suas respectivas empresas. Este site não faz parte do site do Facebook ou do Facebook, Inc. Este site não é patrocinado pelo Facebook. Facebook ™ é uma marca registrada da Facebook, Inc.